25 fevereiro 2013

O Que é Reciclagem?

   
O Que é Reciclagem?
Termo utilizado para classificar o reaproveitamento de materiais que caem em desuso e são considerados lixo. Existem composições, como caso do plástico, que demoram milhões de anos para encontrar decomposição completa no ambiente.
Por este motivo que hoje em dia existe a discussão da proibição das sacolas plásticas nos comércios em geral. Vidro, papel e metais são outros materiais usados com frequência no processo de reciclagem.
A diminuição da exploração das fontes naturais representa talvez a maior vantagem da reciclagem. Os recursos naturais estão ficando escassos, ao passo que somente diminuem em comparação ao incontrolável crescimento do consumo.
De acordo com as doutrinas das reciclagens, somente podem ser renomados os materiais que podem voltar ao formato original nos processos que existem para reciclar. O ciclo da reutilização deve ser empregado.
Os papéis reciclados não possuem o mesmo aspecto daqueles considerados originais. A coloração é mais escura e a textura também tem diferenças consideráveis. Isso acontece porque o material reciclado sai da massa resultante do processo de reciclagem.

O vidro também possui característica semelhante, mesmo quando passado por processo de derretimento. Os formatos e composições jamais voltam a ser do mesmo jeito por causa do processo resultante de mistura que leva como princípio ativo a areia.
Por outro lado, latas de alumínio podem voltar ao estado original, beneficiando milhares de consumidores. O processo de derretimento permite com que a estrutura reciclada não tenha quase nenhuma diferença dos formatos originais. Representa um dos materiais mais bem pagos pelos sistemas de coletas.
Necessário ficar atento com as cores existentes nos lixos que possuem separação seletiva: Azul (papel e papelão), cinza (resíduo não reciclável, que esteja contaminado), marrom (resíduos orgânicos), vermelho (plástico), verde (vidro), roxo (radioativos), amarelo (metal), branco (ambulatoriais ou relacionados com a saúde), preto (madeira) e laranja (resíduos perigosos).

RECICLAGEM DO PAPEL
O processo de reciclagem do papel é basicamente o seguinte: as aparas adquiridas pelas indústrias são trituradas em uma espécie de liquidificador gigante com água para que suas fibras sejam separadas. Depois um processo de centrifugação irá separar algumas impurezas como areia, grampos e etc.. Em seguida, são acrescentados produtos químicos para retirar a tinta e clarear o papel. Após o clareamento sobrará uma pasta de celulose que pode receber o acréscimo de celulose virgem dependendo da qualidade do papel que se quer produzir. Esta pasta é que será prensada e seca em diferentes equipamentos para formar o papel pronto para consumo.


RECICLAGEM DO VIDRO

Derretimento

Processo mais comum e mais conhecido, requer menor energia para a fundição. Nesse processo o vidro é rederretido e é muito utilizado em escala industrial.

Moagem

Na moagem o vidro moído pode ser adicionado ao cimento como reforço ao material de construção, eliminando a necessidade de adição de componentes agregados na construção civil. Nesse processo, o vidro é moído ou quebrado em cacos. Porém, a sua utilização no cimento tem exigido maiores pesquisas para determinar o grau da reação álcali-agregado, pois o vidro é composto por sílica substância que pode reagir ao álcalis do cimento em meio aquoso, comprometendo a qualidade do concreto.



RECICLAGEM DO PLÁSTICO
O
processo de reciclagem do plástico é referido como revalorização.Inicialmente, o plástico é coletado e moído. Posteriormente, o material moído é lavado e enviado a um processo de descontaminação, permitindo a sua granulação. Todo o processo de seleção, moagem, lavagem e descontaminação seguem padrões específicos.



RECICLAGEM DA BORRACHA
No processo de reciclagem do pneu é necessário separar a borracha dos demais componentes por meio de cortes que posteriormente submete a borracha à purificação em peneiras. Cada lasca cortada é moída e posta em processo de digestão em vapor d’ água com produtos químicos capazes de desvulcanizar a borracha usando bases
e os óleos minerais.



RECICLAGEM DO METAL
Confira a seguir os dez procedimentos da reciclagem:
  1. Compra: as latas são compradas pelos consumidores, junto com a bebida.
  2. Consumo: depois de consumida a bebida, a lata vazia é levada por sucateiros aos postos de coleta.
  3. Coleta: Nesses locais, as embalagens são prensadas com todas as suas partes (corpo, tampa e anel)
  4. Prensagem: Neste estágio, as latas são prensadas novamente. Desta vez, em grandes fardos, como são chamados os “pacotes” volumosos e pesados, fáceis de serem transportados.
  5. Fundição: As latinhas são derretidas em fornos especiais para latas de alumínio
  6. Lingotamento: Aqui todo o material é transportado em lingotes fundidos sob a forma de tiras, apropriadas para uma refusão ou transformação.
  7. Laminação: Os lingotes passam por um processo de deformação plástica no qual o material passa entre rolos e se transforma em bobinas de alumínio
  8. Novas Latas: As bobinas são usadas para fazer novas latinhas
  9. Enchimento: Na fábrica de bebidas, as latas passam por um processo de enchimento para ganhar aquele tradicional formato “oco” que conhecemos.
Consumo: Depois as latas são distribuídas mais uma vez aos pontos de venda, fechando o ciclo de reaproveitamento do alumínio.

09 fevereiro 2013

O CARNAVAL

Festas, festas e mais festas...quem é que não gosta de festa? Todos nós gostamos de festa. Na
festa nós ficamos alegres....felizes...tem festa de aniversário, de casamento, festa para
comemorar ......(vamos lá falem alguma festa)... Há poucos dias atrás comemoramos o
nascimento de Jesus, não é mesmo? Foi uma festa no fim do ano, a festa do Natal....
E o que tem nas festas? (deixe as crianças falar)
As festas são algo muito divertido, quem gosta de ir numa festa de aniversário bem linda!!!
Mas existem festas que deixam o nosso Deus triste, é festa que desagrada a Deus., vocês
sabem de alguma?
Vocês sabem que festa tem agora nestes dias?
É o carnaval., ela normalmente é comemorada todo ano, saem pelas ruas tocando tambores,
cantando, sambando ...tem muitos carros alegóricos, trios elétricos...tem gente bêbada, drogada,
 tem muita gente nua....e muito dinheiro gasto com tudo isso.
Será que Deus gosta? Quem sabe o que significa a palavra Carnaval? Lembra carne não é
 mesmo?
Você sabe como surgiu o Carnaval? Foi assim:
Para comemorar a Páscoa (a morte e ressurreição de Jesus, na chamada Semana Santa, pela
Igreja Católica), as pessoas deveriam ficar quarenta dias sem comer carne e sem usar bebidas
fortes, como se fosse um período de purificação. Então, eles contavam o dia que antecedia a
estes 40 dias (chamado de Quaresma), e faziam neste dia uma Grande Festa de despedida do
uso de carne e bebidas. Neste dia podiam fazer toda e qualquer extravagância. Diziam que neste
dia a Carne Valia. Era o "Carne Vale". Dai a palavra Carnaval.
O Brasil foi o país que melhor interpretou este vale-tudo. E ainda se orgulha muito disso. E é
conhecido no mundo todo como o pais do Carnaval, o pais em que se pode fazer tudo da carne.
Na época do Carnaval aqui até o governo e as prefeituras colaboram com somas de dinheiro
altíssimas.
Por causa do pecado no coração das pessoas, esta festa foi ficando cada vez mais, uma festa
marcada pela carnalidade, pela imoralidade, pela embriaguez, pelo vale tudo. As pessoas vivem
uma falsa alegria, precisam de drogas, álcool e música para ficar contentes. Há um vazio nos
corações. A Bíblia fala claramente sobre as obras da carne e as obras do espírito: Gálatas 5.19 "Ora as
obras da carne são conhecidas e são: imoralidade sexual, impureza e libertinagem; .......
embriaguez, orgias......quem pratica estas coisas não herdarão o Reino de Deus" mas existe o
 fruto do Espírito Gálatas 5.22 "Amor, Paz, Alegria..... "
A carne sempre luta contra o espírito. Por isso precisamos trabalhar para que o fruto do Espírito
 cresça em nós, não podemos deixar que o fruto da carne (que é como um bichinho que come o
fruto do espírito) murche ou diminua a obra do Espírito em nós. Não podemos esquecer que os
que são amigos da carne não podem agradar a Deus.
Vejamos em Romanos 8:5-8

“Pois os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo
o Espírito para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do
Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita
à lei de Deus, nem em verdade o pode ser; e os que estão na carne não podem agradar a
Deus.” Romanos 8:5-8

Seguidores

DEVOCIONAL DIARIO:

Hora:

Loading...